Busca

Apenas em Além da Infra Em todo o site
23/11/2017 Postado às 11h16

Nuvem, Blockchain e IA: o mercado de tecnologia caminha nesta direção

Redação Olhar Digital

No final de outubro, aconteceu o Gartner Symposium ITXPO 2017 em São Paulo. O evento é um dos maiores e mais importantes encontros de profissionais de TI do mundo e trouxe uma série de discussões sobre tendências do mercado de TI para 2018.

Participaram do evento executivos e representantes de empresas de vendas, de indústria e de órgãos governamentais que têm na tecnologia da informação uma importante ferramenta para agilizar seus processos, simplificar suas operações e atender melhor os consumidores de seus produtos e serviços. A IBM, que é uma das empresas mais relevantes da área, marcou presença também

Blockchain e inteligência artificial

Muitas vezes conhecida por ser a “tecnologia por trás das criptomoedas”, o Blockchain também foi um assunto que apareceu com frequência durante o evento. Dificilmente poderia ser de outra maneira, considerando a valorização imensa pela qual o Bitcoin passou em 2017, a proliferação dos ICOs (initial coin offerings, ou ofertas iniciais de moedas) no último ano e a popularização da Ethereum, uma plataforma para a criação de aplicações que rodam na cadeia de blocos.

Mas se o Blockchain ainda é mais conhecido por conta das criptomoedas, seu potencial vai muito além. A natureza aberta, distribuída e segura da cadeia de blocos pode ser o ponto de partida para uma série de novos modelos de gestão e de negócios extremamente disruptivos. E por se tratar de uma tendência cujo potencial ainda foi relativamente pouco explorado, ela tem o atrativo de novidade e pioneirismo.

Junto com a inteligência artificial, o Blockchain representa uma das grandes tendências para o futuro da tecnologia. E a aplicação dessas novidades nos próximos anos pode ser o que diferencia as empresas que irão ter sucesso das que serão deixadas para trás. O CTO da IBM, Luis Liguori, aproveitou o evento para falar sobre essas duas grandes tendências, mostrando como elas já estão gerando novos modelos de negócios para empresas de todos os portes e segmentos.

 

Levando o negócio às nuvens

Como não poderia deixar de ser, as vantagens de soluções de nuvem para negócios de diversos ramos foi outro dos tópicos centrais do evento. Afinal, trata-se de uma etapa crucial para qualquer empresa que pretenda agilizar seus processos, reduzir seus custos e se preparar para as novas demandas da era digital.

Quanto a esse tópico, foram diversos os assuntos abordados: ITaaS (TI como um serviço), as vantagens da nuvem associada à internet das coisas e a virtualização, o papel dessa tecnologia nos ciclos de DevOps, entre muitos outros. Por mais que se trate de um assunto em pauta já há alguns anos, as mudanças que a transição para a nuvem exigem em termos de adequação de processos e de ajuste da cultura da equipe de TI ainda fazem com que ele seja um desafio em diversas organizações.

Naturalmente, esse desafio foi o tema de diversas das palestras durante o evento. A IBM, por exemplo, aproveitou para abordar as oportunidades e os riscos que a transição para soluções de nuvem podem trazer, a fim de ajudar líderes de TI a levar seus negócios a outro patamar de eficiência. Como a empresa possui uma ampla gama de soluções de nuvem, ela pôde abordar o assunto em um encontro dedicado, presidido pelo Partner em inovação de soluções de nuvem, Eduardo Neves, trazendo diversos cases de clientes - um conhecimento valioso para qualquer um que esteja trilhando esse caminho.

Nuvem pública e privada

Embora Cloud Computing já seja um tema extremamente difundido e fundamental para qualquer empresa, algumas ainda relutam diante da ideia de usar soluções de nuvem para resolver problemas além do armazenamento e gerenciamento de informações.

Um dos desafios, nesse caso, é o do uso da nuvem pública. O recurso ainda não é tão explorado, seja por questões de confiança, seja por questões de compliance ou outros obstáculos relacionados às suas áreas de negócio. No entanto, cada vez mais há soluções que permitem contornar esses desafios e aproveitar todo o potencial que essas novas tecnologias podem oferecer.

Uma delas é IBM Cloud Private, que permite a criação de uma nuvem privada integrada a clouds públicas e com administração centralizada. O tema foi abordado pela empresa em uma palestra de seu diretor de Cloud Platform da América Latina, Sergio Loza, que mostrou como a solução da empresa consegue unir o melhor de dois mundos. Com ela, é possível usar uma rede privada e, ao mesmo tempo, beneficiar-se de tecnologias como Kubernetes, containers, microsserviços, serviços cognitivos, entre outras.