Busca

Apenas em Além da Infra Em todo o site
26/10/2017 Postado às 10h48

O que considerar antes de levar o ambiente de TI à nuvem com ITaaS

Redação Olhar Digital

A cada dia que passa mais empresas estão se movendo para a nuvem, que entrou de vez no radar dos gestores mais atentos. No entanto, muitos dos sistemas que executam as operações dessas empresas não foram projetados para rodar nesse ambiente específico. Para ter sucesso em uma economia digital, a TI deve ser capaz de responder dinamicamente para mudar as demandas e gerenciar imprevistos.

Essas exigências do mundo dos negócios fazem do ITaaS (sigla para TI como serviço) uma solução para quem quer expandir os negócios e otimizar os investimentos na área de tecnologia da informação. Ao invés de adquirir hardware, software e treinamentos de funcionários, o gestor pode contratar toda uma estrutura de TI como serviços e contar com uma infraestrutura sempre flexível e dinâmica.

Entre as vantagens desta operação estão uma maior modernização da infraestrutura, que fica por conta do serviço, economia em relação às instalações físicas, maior controle do que está sendo trabalhado e agilidade em momentos de mudança.

A transição de um ambiente de TI tradicional para um ITaaS, porém, não é algo que acontece de uma hora para outra e demanda bom planejamento, assim como pode variar de acordo com as necessidades da empresa. De forma geral, antes que todas as aplicações sejam migradas para a nuvem, uma das principais necessidades é modernizar a maioria das aplicações para que elas possam funcionar efetivamente em um ambiente híbrido que combina nuvens pública e privada, garantindo a integração dos sistemas.

Também é necessário avaliar quais são as melhores aplicações para fazer parte da nuvem, tanto operacional, quanto financeiramente, para não perder tempo com ferramentas que podem ser facilmente substituídas por outras mais modernas e integradas ao sistema. Além disso, é importante levar em conta quais operações e áreas da empresa podem se beneficiar em um ambiente dinâmico, para assim decidir quais serviços serão contratados e quanto será investido.

Por último, deve estar claro para os gestores da empresa quais objetivos e metas devem ser alcançados e as mudanças que precisarão ser feitas na estrutura geral da organização para que a transição para um ITaaS funcione.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.