Brasil sofreu mais de 205 milhões de ciberataques em 2017, diz empresa

Os internautas brasileiros estão cada vez mais vulneráveis a ataques cibercriminosos. Levantamento realizado DFNDR Lab, da empresa de segurança PSafe, mostra que ao longo do ano de 2017 foram detectados mais de 205 milhões de ciberataques no país.

Só no último trimestre foram registrados 70 milhões de casos, sendo 66,1 milhões de ataques via links maliciosos e 3,1 milhões via malware. Os brasileiros acessaram, em média, oito links maliciosos por segundo nos últimos três meses do ano.

Só nos aplicativos de mensagem, como WhatsApp, o número de ataques duplicou no quarto trimestre, passando de 21,3 milhões para 44,1 milhões, o que representa um crescimento de 107%. O WhatsApp é o meio preferido para espalhar ataques, correspondendo a 66% do total registrado – o que representa algo em torno de 29 milhões de casos.

O segundo tipo de ataque mais comum usando links maliciosos foi via publicidade suspeita, que totalizou 6,3 milhões de detecções no período, seguido por phishing bancário, com 4,5 milhões de casos. Na parte de malwares foram listadas fraudes por SMS (3,1 milhões), cópias maliciosas (755 mil) e ataques bancários (6 mil).

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ