Falha do Google Docs traz à tona preocupações com privacidade dos usuários

Na última terça-feira, 31, o Google Docs apresentou problemas na Europa e Estados Unidos que impediam os usuários de acessarem arquivos em rascunho. Aparentemente, o Google já resolveu o erro, mas existe algo que está preocupando os usuários.

A falha no aplicativo indicava que os arquivos não podiam ser acessados porque o conteúdo violava os termos de serviço do Google, o que significa que a empresa consegue identificar temas de documentos que seriam privados.

Conforme relata o The New York Times, a empresa usa tecnologias de inteligência artificial para examinar grandes quantidades de informações em tempo real, uma vez que os documentos podem ser compartilhados.

Um porta-voz da empresa afirmou que os sistemas automatizados do Google digitalizam periodicamente alguns arquivos que são compartilhados através do Google Drive para detectar abusos e proteger os usuários. Essa varredura inclui verificação de antivírus, malware e detecção de phishing.

Embora a política de privacidade do Google não diga explicitamente que verifica arquivos no Google Drive, ela diz que coleta informações de "mensagens do Gmail, perfil do Google+, fotos, vídeos, histórico de navegação, pesquisas de mapas, documentos ou outros conteúdos hospedados no Google”.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ