Bitcoin bate novo recorde e passa a valer mais de R$ 46 mil

Apenas uma semana após bater sua marca histórica de US$ 10 mil, e perder US$ 2.000 em questão de horas, o valor da bitcoin voltou a bater recordes nesta quarta-feira, 6. A criptomoeda começou o dia valendo mais de US$ 12 mil, ou R$ 46 mil na cotação de alguns mercados brasileiros.

O cálculo foi feito pelo CoinDesk, site que acompanha a variação de preço da moeda em tempo real. A valorização também fez com que toda a bitcoin do mundo passasse a valer mais de US$ 200 bilhões pela primeira vez. Em uma semana, o crescimento foi de quase 9%.

Ao todo, o valor da bitcoin cresceu mais de 900% somente em 2017. O crescimento é tanto que os gêmeos Winklevoss, que ficaram famosos por terem tido a ideia original do Facebook "roubada" por Mark Zuckerberg, entraram nesta semana para o seleto grupo de pessoas que se tornaram bilionárias graças ao investimento em bitcoin.

Vale lembrar, porém, o risco de bolha em torno do mercado da criptomoeda, alertado por diversos analistas e especialistas em finanças. Na semana passada, horas após bater seu último recorde, o preço da bitcoin despenceu 20% repentinamente.

O fato serviu como um lembrete que já é bem conhecido por quem lida com ações: nada sobe para sempre. Mesmo ativos em clara tendência de alta veem movimentos de correção; quando há uma alta explosiva como as que a bitcoin tem visto recentemente, a tendência é que a correção também seja bruta. Quanto tempo falta até que a bolha da bitcoin estoure para valer, porém, ninguém sabe.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ