GM revela primeiro carro autônomo sem volante, câmbio ou pedais

A General Motors, uma das maiores montadoras de automóveis do mundo, anunciou nesta sexta-feira, 12, seus planos para entrar de cabeça no universo dos carros autônomos. E a empresa planeja fazer isso apostando em um veículo sem volante, câmbio ou pedais.

Carros autônomos vêm sendo testados há alguns anos por diversas empresas, mas a maioria deles são versões adaptadas de carros comuns - ou seja, com volante, pedais e câmbio. Normalmente, os carros também circulam com um motorista pronto para assumir o controle em caso de emergência.

A aposta da GM é em uma versão remodelada do Chevrolet Bolt que se chama Cruise AV, e que não tem espaço para motorista de emergência. A empresa anunciou que pediu autorização para o principal órgão de controle de fabricação de automóveis dos EUA, a FMV, para colocar o veículo no mercado em 2019.

O carro, porém, vai depender dessa autorização do governo para ser vendido, o que pode ser difícil de conseguir considerando que ele promete vir sem qualquer opção de controle para o usuário, nem mesmo um botão. Até as portas se abrem e fecham sozinhas.

Ao The Verge, o presidente da GM, Dan Ammann, disse que a empresa não pediu um autorização de exceção para a FMV, mas, na verdade, quer "cumprir as exigências [de segurança] de um jeito diferente". Como exemplo, Ammann sugere que o Cruise AV venha com airbags nas quatro portas, já que o carro não tem volante.

"Desse jeito, ele atende aos padrões, mas de um jeito que é diferente daquilo que é descrito [no regulamento]", disse Ammann. Como lembra o Engadget, a GM também faz parte de um grupo de montadoras que busca mudar as regras de autenticação da FMV para acelerar a adoção de padrões para carros autônomos.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ