Processador da Samsung sugere que Galaxy S9 copiará recursos do iPhone X

Após revelar em outubro de 2017 o processador que deve estar no Galaxy S9, a Samsung lançou hoje oficialmente o componente, o Exynos 9810. Trata-se de um processador para celulares fabricado no processo de 10 nanômetros, da mesma maneira que o Snapdragon 835 que estava no Galaxy S8 e no Note 8.

Segundo a Samsung, o Exynos 9810 executa tarefas de aprendizagem de máquina, com as quais é capaz de, "por meio de percepção de profundidade, escanear o rosto de um usuário em 3D para realizar detecção facial híbrida". Esse recurso, por sua vez, "permite o uso de filtros de rastreamento facial realísticos, bem como melhor segurança na hora de destravar o aparelho com o rosto".

Por "filtros de rastreamento facial", a empresa provavelmente se refere a um recurso semelhante aos Animojis do iPhone X - emojis que podem ser controlados com o rosto do usuário. E ao mencionar a "melhor segurança na hora de destravar o aparelho com o rosto", ela sugere que os aparelhos equipados com o processador poderão oferecer um recurso de segurança por identificação facial semelhante ao Face ID, que está presente no último top de linha da Apple.

Outras novidades

Em termos de performance, de acordo com a Samsung, o Exynos 9810 deve oferecer 40% mais desempenho em aplicações que usam vários núcleos de processamento ao mesmo tempo, e duas vezes mais desempenho em aplicações que só usam um núcleo. Ele vem equipado com oito núcleos, quatro dos quais chegam a até 2,9 GHz de clock (os outros quatro são programados para operar de maneira mais lenta, de modo a economizar energia em situações de baixa demanda).

Quanto a conectividade, a empresa garante que o modem LTE dele (a parte do chip responsável por conectar o celular a redes 4G) é capaz de atingir velocidades de download de até 1,2 gigabits por segundo: o suficiente para baixar um filme em Full HD em cerca de 10 segundos, se a operadora tiver infraestrutura para oferecer essa velocidade. A taxa máxima de upload, por outro lado, fica em cerca de 200 megabits por segundo.

Outras novidades do processador aparecem nos seus recursos de processamento de imagem. Como o The Verge aponta, o Exynos 9810 deve permitir que celulares gravem vídeos em resolução 4K a uma taxa de até 120 quadros por segundo, além de oferecer recursos mais confiáveis de estabilização eletrônica de imagem. Isso deve melhorar a qualidade dos vídeos gravados e das fotos tiradas com pouca luz nos celulares que tiverem o chip.

Disponibilidade

De acordo com a Samsung, o novo processador já está em fase de produção em massa. Isso sugere que o Galaxy S9, próximo top de linha da empresa, deve vir com ele. Até porque a Samsung tradicionalmente lança seus novos processadores top de linha pouco antes de lançar os celulares que vem equipados com eles.

Mas como o The Verge também nota, é possível que o novo processador não chegue a todas as versões do Galaxy S9. Isso porque a Samsung frequentemente usa processadores da Qualcomm em alguns países (no caso do Galaxy S8, ele foi lançado com o Snapdragon 835 em vez do Exynos 8895 em algumas regiões). O processador diferente pode significar que o Galaxy S9 não terá as mesmas capacidades em todos os locais em que for lançado.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ