Com aumento do e-commerce, empresas chinesas apostam em entregadores robôs

As empresas chinesas estão vendo as compras online crescendo mais a cada dia e para dar conta da demanda e da escassez de mão de obra, as companhias de entrega passaram a usar robôs para ajudar na distribuição das encomendas.

Conforme relata a Reuters, as principais empresas de entrega da China, como a SF Express, a Best Inc e a ZTO Express, começaram a testar robôs e linhas de classificação automatizadas antes do sábado, dia 11 de novembro, quando é comemorado o Dia do Solteiro no país – época em que o e-commerce chega a vender mais de 1,5 bilhão de produtos.

"Os salários estão aumentando e o custo da tecnologia está realmente diminuindo", explica Bao Yan, diretor de estratégia da JD Logistics. "Nós possuímos o processo completo, queremos ter automação em tudo, desde o centro de atendimento até o transporte e entrega".

Além das entregas, os robôs tornam o trabalho de distribuição mais ágil. A Best e a Kaola, por exemplo, utilizam robô capazes de mudar mercadorias que pesam até 1 tonelada de lugar nos estoques.

Já a varejista Alibaba está investindo em programas de drones com o objetivo de, um dia, poder fazer entregas com os dispositivos, especialmente em áreas afastadas e de difícil acesso. No entanto, o governo chinês mantém um controle rígido do seu espaço aéreo, o que dificulta a chegada de drones. 

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ