Entenda como a Inteligência Artificial vai revolucionar os eletrodomésticos

Mais do que qualquer produto, a Inteligência Artificial foi, sem dúvida, o tema principal da CES 2018. Ela esteve por todos os lados em Las Vegas, de robôs a praticamente todo tipo de equipamento doméstico que possa se conectar à internet. A novidade é que agora, além da conectividade, esses aparelhos ficaram também mais espertos e passam a ter a capacidade de aprender e entender os gostos dos seus usuários. O resultado é uma experiência mais cômoda dentro de casa e, muito provavelmente, a abolição definitiva dos manuais de instruções. 

Através de sua plataforma de Inteligência Artificial anunciada oficialmente durante a CES, a coreana LG permite agora que seus eletrodomésticos sejam operados por instruções de voz em uma forma de interação bastante natural. As máquinas não só oferecem sugestões ao seu usuário como também se auto ajustam. O ar condicionado, por exemplo, aprende a temperatura que você mais gosta, o horário que costuma ligá-lo e passa a fazer isso de forma autônoma no dia a dia. O robozinho aspirador, agora mais esperto, além de fazer a limpeza completa do ambiente, é capaz de identificar e distinguir que o que encontrou pela frente: o pé da mesa, um bebê ou seu cachorro. Na lavadora, basta jogar a roupa suja lá dentro e ela determina sozinha o tipo de lavagem, a quantidade necessária de água e ainda te avisa no final quando tudo estiver pronto para ser movido para a secadora. 

Chamou muito nossa atenção também a presença maciça dos assistentes de inteligência artificial - como o Google Assistant e o Amazon Alexa - nos mais diferentes produtos; de alarmes de incêndio a vasos sanitários. Embarcado na TV, com simples comandos de voz, ela pode ser a central para controlar outros objetos da casa, mas também pode, por exemplo, pesquisar a trilha sonora ou informações do elenco daquele filme em tempo real. 

Neste banheiro apresentado pela empresa Kohler, tudo está conectado e pode ser controlado através de um aplicativo ou, usando a plataforma Alexa, da Amazon, com comandos de voz. O espelho possui um alto-falante embarcado e controla a luz conforme manda o usuário. Também por voz, é possível ajustar a temperatura da água do chuveiro e até solicitar o enchimento da banheira. E ainda controlar as funções de um vaso sanitário conectado: conexão bluetooth para tocar música, luz de aquecimento para os pés, aquecimento do assento e até dar descarga.

Outras formas de Inteligência Artificial também apareceram na CES. A Samsung, por exemplo, embarcou a tecnologia em seu televisor 8K. A ideia é que os consumidores não se sintam decepcionados pela ausência de conteúdo em 8K disponível atualmente. Usando inteligência artificial é possível fazer a imagem em resolução menor se adaptar ao 8K sem perdas consideráveis de qualidade.De acordo com a Samsung, o algoritmo embarcado no aparelho consegue analisar milhões de imagens para chegar a um resultado final sem borrões ou partes com qualidade baixa. O usuário não precisa fazer nenhum tipo de ajuste, já que a TV consegue fazer as alterações necessárias por conta própria.

Repetindo um pouco do sucesso do ano passado, os holofotes deste ano continuaram  apontando para esses simpáticos e cada vez mais interessantes robôs. Um dos que mais chamou atenção foi o Aibo, da Sony. Com recursos de inteligência artificial, o cachorro robótico aprender a reconhecer os donos e a obedecer comandos. A ideia da empresa é que os usuários criem um laço emocional com o robô, e assim ele consiga até mesmo interagir com outros animais de estimação.

A CES é um ótimo bom indício do que 2018 promete: mais robôs, inteligência artificial por todos os lados…será que finalmente a Internet das Coisas sai do laboratório?!

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.


RECOMENDADO PARA VOCÊ