GM Cruise

Divisão de carros autônomos da General Motors ganha investimento de mais de US$ 1 bilhão

Redação Olhar Digital 08/05/2019 10h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A GM quer lançar os carros sem motorista, volante ou pedais até o fim deste ano.

A Cruise, divisão de carros autônomos da General Motors anunciou na última terça-feira (07/5) que conseguiu um investimento de US $1,15 bilhão para o desenvolvimento de seus modelos, elevando seu valor de mercado para US $19 bilhões. O dinheiro foi levantado a partir de um "grupo composto por investidores institucionais, incluindo fundos e contas assessorados pela T. Rowe Price Associates, Inc., e os atuais parceiros da General Motors, SoftBank Vision Fund e Honda", disse a companhia em um comunicado.


A obtenção do investimento é outro grande passo para a GM Cruise. Em maio passado, a empresa já havia anunciado um investimento de US $2,5 bilhões da SoftBank Vision Fund. Em outubro, a GM disse que iria se juntar a Honda para produzir um carro autônomo. A montadora japonesa disse que dedicaria US $ 2 bilhões ao esforço ao longo de 12 anos, incluindo um investimento de capital de US$ 750 milhões na divisão.

A GM adquiriu a Cruise por US $1 bilhão para impulsionar o desenvolvimento de seus veículos autônomos. A empresa afirmou que, até o fim deste ano, planeja lançar seus primeiros carros sem motorista, sem volante ou pedais, para uso comercial.

Ao comprometer-se a lançar carros-robôs, a empresa busca se atualizar no mercado e alcançar os concorrentes da área. A Ford já havia comentado que construirá um carro autônomo sem um volante ou pedais até 2021, enquanto a Waymo já lançou seu primeiro serviço comercial de robôs-taxi em Phoenix.

Houve uma enxurrada de parcerias e investimentos em torno de carros autônomos em 2016 e 2017, mas essa movimentação desacelerou (com o perdão do trocadilho) consideravelmente, levando alguns críticos a afirmar que a tecnologia agora se encontra no 'vale da desilusão'.

Porém, parece que algumas empresas ainda conseguem dobrar essa crise e continuar fechando grandes investimentos, como é o caso da GM. A Toyota também se encaixa nessa categoria, ao fechar uma parceria de US$500 milhões com a Uber. 

carro Ford General Motors Toyota carros autônomos carros e tecnologia
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você