nissan

#Nissanfail: promoção no Twitter vira dor de cabeça para a montadora

Redação Olhar Digital 10/12/2010 19h32
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Após dar um carro para perfil que teria utilizado scripts, empresa se vê envolvida em polêmica. Tuiteiros se sentem lesados e ameaçam ação coletiva

Stephanie Kohn

A Nissan lançou, em novembro deste ano, uma promoção no Facebook e Twitter que está dando o que falar. O concurso Quero o Meu Carrão daria um Nissan Tiida 1.8 zerinho para o primeiro participante que conseguisse alcançar 44.500 retweets com a seguinte frase: "Se eu conseguir 44.500 retweets com esse tweet ganho um carrão. www.nissan.com.br/queromeucarrao #queromeucarrão". E um Tiida Sedan 1.8 para quem conseguisse 44.500 "curtir" no Facebook.

Como atingir 44.500 retweets era extremamente difícil para um único perfil no Twitter, um grupo de internautas resolveu aproveitar a campanha para fazer uma boa ação. A ideia era dar o carro para quem realmente precisava, no caso, a ONG Família Santa Clara, situada no Rio de Janeiro, que ajuda crianças e adolescentes carentes. A internauta @anarina, que colaborou com a ação de caridade, se inscreveu no concurso e se comprometeu a entregar o carro para a instituição após ganhar a promoção, que contaria com os retweets de milhares de internautas.

Acontece que, em uma única madrugada, o perfil @tca_oficial fez milhares de retweets. Assim, conseguiu arrecadar seus 44.500 RTs e foi contemplado com o carro. O advogado Fernando Gouveia (@gravz), que encabeçou a ação de caridade, achou muito estranho uma pessoa conseguir tantas mensagens em apenas poucas horas. "A madrugada é o período menos agitado do Twitter, era evidente que se tratava de um script", conta. Com o script, um usuário do Twitter consegue acessar diversas contas e dar o retweet de uma mensagem automaticamente, e foi isso que aconteceu. Dessa forma, perfil @tca_oficial teria burlado o sistema de segurança do Twitter e conseguido completar suas 44.500 mensagens para ganhar o carro.

O advogado conta que as pessoas acharam estranho também, inclusive porque muitas delas tinham o retweet na conta sem ter conhecimento disso. Poucas horas depois, o perfil que cometeu a fraude foi eliminado do Twitter por ter invadido contas alheias, mas, mesmo assim, a Nissan presenteou @tca_oficial com o Tiida zerinho. "Apesar das evidências e provas que mandamos para a empresa, mostrando que se tratava de uma fraude, a Nissan soltou um comunicado dizendo que não viram problema no regulamento", lembra Fernando.

Ao ler o regulamento, fica claro que a promoção não permitia nenhum tipo de fraude e, inclusive, a empresa poderia excluir um participante caso houvesse tentativa de burlar o sistema: "4.8. serão automaticamente excluídos os participantes que tentarem fraudar ou burlar as regras estabelecidas neste regulamento e/ou sistemas de segurança do Twitter e Facebook, ou que se recusem a assinar os recibos de entrega dos prêmios".

Com a decisão da Nissan em dar o carro para o perfil fraudador, Fernando e mais quatro pessoas (@anarina, @morroida, @justplay e @viniciuskmax), que estavam participando ativamente da campanha para entregar o carro para a ONG Família Santa Clara e que lideravam a corrida até então, resolveram entrar com uma ação conjunta contra a Nissan."Foi uma fraude descarada. Você não imagina o quanto a gente se dedicou para doar este carro, aí chega uma molecada e ganha em 24 horas usando um script", desabafa Vinicius K-Max, programador.

Vinicius conta que a história cresceu tanto na web que hackers derrubaram o site da Nissan, enviando spam para denunciar a fraude. Uma conta no twitter, a @nissanfail, foi criada, e já conta com quase 1300 seguidores. "O pessoal quer avisar os executivos da Nissan sobre o que a agência [ID/TBWA, responsável pela veiculação e organização da campanha] fez com a imagem deles na web. A coisa fugiu do controle por conta da injustiça absurda", diz. O advogado Fernando Gouveia também acredita que a decisão partiu da agência contratada pela empresa e que um erro como esse pode manchar a imagem de um grupo tão grande como a Nissan. A equipe do Olhar Digital tentou diversas vezes entrar em contato com a responsável pela conta da Nissan na agência, porém ela não nos respondeu. 

O grupo agora espera, ansiosamente, uma posição da empresa. "A Nissan tem como reverter isso, pois o regulamento é claro e basta segui-lo", comenta Fernando, responsável judicial pela ação a ser movida contra a empresa.

Em comunicado publicado no site da empresa, a Nissan informou que incluiu na premiação um segundo carro para a campanha do Twitter e ainda criou um comitê auditor para avaliar todos os casos e dúvidas que eventualmente venham a ocorrer nas redes sociais. "Eles disseram que este comitê era especialista em internet, porém nenhum deles trabalha com isso. Trata-se de uma bailarina, um cozinheiro, um estagiário e uma advogada". O grupo selecionado pela empresa é formado por perfis populares do Twitter e, de acordo com o comunicado, eles têm autonomia soberana de decisão.

No entanto, Flavia Penido, advogada e um dos membros do comitê, explica que o papel do grupo é analisar os casos de possíveis fraudes que são trazidos até eles. "Até onde sei, este segundo concurso terá uma monitoração bem minuciosa e será auxiliado por consultores técnicos. Temos autonomia, mas não é poder arbitrário, há considerações técnicas que são feitas, senão não faria sentido ter um comitê", diz. A twitteira e blogueira também disse que achou a iniciativa da Nissan muito positiva. "Sei que tem muita gente brava, mas em suma a postura dela [a empresa] foi de fazer um segundo concurso mais transparente", conclui.

redes sociais Twitter Facebook promoção carro
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você