Tesla apresenta nova célula de bateria seis vezes mais potente

Conhecida como 4680, a novidade também possui cinco vezes mais capacidade de energia e permite uma redução de 14% no custo do kWh

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 23/09/2020 10h49
Tesla quer reduzir pegada de carbono
A A A

Na terça-feira (23), a Tesla realizou o seu aguardado evento Battery Day. Um dos destaques apresentados foi a nova célula de bateria desenvolvida pela montadora: a 4680. O nome tem origem nas dimensões do produto, sendo 46 mm de diâmetro e 80 mm de altura. Isso faz com que ela, além de ser maior, ofereça seis vezes mais potência e cinco vezes mais capacidade de energia e 16% mais alcance aos seus carros.


A célula ainda conta com um programa de gerenciamento térmico para compensar o aumento da capacidade. Além disso, foram usados lasers para modelar as folhas internas da célula. Dessa forma, foi possível criar um “espiral em cascalho” que resulta em um comprimento elétrico de 50 mm, bem menor que os 250 mm atuais.

Outra grande vantagem da novidade é a redução de 14% no custo do kWh apenas com essa mudança de formato. O processo de fabricação e uma séries de mudanças químicas que a montadora planeja ajudam a reduzir o custo de produção da célula.

ReproduçãoTesla apresentou nova bateria mais potente e econômica em evento. Foto: Tesla

Apesar da empolgação pela novidade, as baterias ainda vão demorar a chegar aos veículos da Tesla. Pouco antes do evento, Elon Musk, CEO da montadora, afirmou que o item “não atingirá produção de alto volume até 2022”. Além disso, o desenvolvimento de uma célula própria não significa que a empresa vai parar de fazer negócio com suas atuais fornecedoras.

Atualmente, Panasonic, LG e CATL são responsáveis pela fabricação das baterias utilizadas nos carros da Tesla. Porém, com o aumento da demanda, a montadora possui alguns gargalos na produção. Segundo Musk, esse foi o motivo do atraso na produção do Model 3, em 2018. Com suas próprias baterias e com um prometido aumento dos pedidos para os fornecedores atuais, a empresa fecha essa lacuna e já se prepara para o futuro, quando a demanda deve crescer ainda mais.

Piloto automático

Durante o Battery Day 2020, Elon Musk também confirmou que o software Autopilot vai receber sua versão final nos próximos meses. A melhor parte é que donos de veículos da Tesla não devem demorar para ter acesso aos recursos do piloto automático.

"Acredito que provavelmente lançaremos um beta privado do Autopilot - da versão final autônoma do piloto automático - em um mês, mais ou menos. E aí as pessoas vão entender a magnitude das mudanças," afirmou.

Via: The Verge

Bateria Tesla elon musk Carro elétrico carro autônomo
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você