Tesla

Veja como funciona a mudança de pista do piloto automático da Tesla

Redação Olhar Digital 04/04/2019 15h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Recurso ainda exige autorização do motorista; na descrição da nova função, empresa ressalta que "motoristas são responsáveis e devem manter o controle de seu carro em todos os momentos"

Em novembro, a Tesla atualizou o software do piloto automático de seus carros, adicionando o recurso “Navigate with Autopilot”. Entre outros comandos, a tecnologia controla, automaticamente, a troca de faixas em rodovias. Agora, a função é integrada ao sistema dos veículos por meio de uma atualização automática.


O sistema de assistência ao motorista é mais um passo da Tesla no caminho de carros autônomos, mas a empresa ressalta que as novas funcionalidades ainda não permitem navegação automática totalmente independente do motorista. “Esta função não faz um carro autônomo. Mudanças de pista só serão feitas quando a mão do motorista for detectada no volante”, destacou a empresa na descrição do novo recurso.

Ou seja, o piloto automático não permite que o motorista ignore o volante, porque o sistema só executa a navegação quando o driver acionar a seta na direção de mudança de pista.

Por isso, na descrição da nova funcionalidade, a Tesla assegurou – em letras pequenas – que se acontecer problemas envolvendo seus veículos, a falha será humana e não no sistema do piloto automático. "Como sempre foi o caso, até que os reguladores validem e aprovem os carros verdadeiramente autônomos, os motoristas são responsáveis e devem manter o controle de seu automóvel em todos os momentos".

Além disso o sistema não é infalível. A função de mudança de faixa com o Autopilot funciona assim:

• Quando o software detecta que é melhor mudar de pista, ele ativa o pisca alerta e transmite uma notificação no painel avisando o motorista que está pronto para realizar a manobra identificada;

• Depois, o motorista tem alguns segundos para verificar se as condições de navegação propostas pelo sistema são seguras. Se forem, não é preciso fazer nada e o carro realiza a mudança de pista automaticamente;

• Mas, se o motorista concluir que não é possível e seguro realizar a troca de pista, caso haja um veículo que o piloto automático não detectou, ou simplesmente não quer que a manobra aconteça, ele deve interromper o comando.

• Para fazer isso, é preciso desligar o pisca alerta ou desabilitar a função clicando na notificação no painel.

As orientações da Tesla são importantes e foram intensificadas depois de acidentes, e até prisão, de motoristas dirigindo carros no piloto automático com atenção menor do que a exigida, considerando que o carro fosse autônomo. 

Fonte: Tesla

Segurança Mobilidade Tesla carros autônomos carros e tecnologia
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você