Ciência e Espaço

Elon Musk

Elon Musk diz que faculdade é para se divertir e não para aprender

Victor Pinheiro, editado por Fabiana Rolfini 12/03/2020 14h11
Compartilhe com seus seguidores
A A A

CEO da Tesla e da SpaceX citou os casos de Bill Gates e Steve Jobs para reforçar sua argumentação

Na segunda-feira (9), Elon Musk afirmou pelo Twitter que o "Pânico com o coronavírus é estúpido". No mesmo dia, o CEO da Tesla e da Spacex deu outra declaração polêmica, desta vez durante o evento Satellite 2020, em Washington, nos Estados Unidos.


"Acredito que faculdades são basicamente para se divertir e fazer tarefas, e não para o aprendizado", disse ao ser questionado sobre como as universidades e indústrias poderiam ser mais acessíveis a estudantes desprivilegiados.

O bilionário ainda se referiu ao ensino superior como um combinado de "atribuições irritantes" e argumentou que é possível ter acesso a conhecimento de forma gratuita. Apesar de polêmicos, a plateia recebeu os comentários positivamente e aplaudiu o empresário após o término da conversa.

Essa posição coincide com discursos anteriores do empresário. Em fevereiro, ele anunciou vagas de emprego na Tesla por meio do seu perfil no Twitter. Questionado sobre a necessidade dos candidatos apresentarem doutorado, Musk afirmou que "não se importa se um candidato sequer acabou o ensino médio" mas, no caso, o importante era ter conhecimento profundo em inteligência artificial. Em outras oportunidades, o CEO já havia destacado que valoriza evidências de habilidades "excepcionais" dos seus funcionários.

Bilionário estudioso

Vale lembrar que Elon Musk é graduado em física e economia. Ele cursou dois anos na Queen’s University, em Ontario, no Canadá, antes de se transferir para a Universidade da Pensylvania, onde para completou os estudos.

Por outro lado, antes de completar 25 anos, o bilionário largou um programa de doutorado na Universidade de Stanford para investir em sua primeira companhia, a Zip2. A empresa desenvolvia conteúdo para portais de notícias e foi comprada pela Compaq por US$ 307 milhões (R$ 1,4 bilhão em conversão direta para cotações atuais).

Para defender seu ponto, o empresário ainda citou o caso de outros grandes nomes do setor da tecnologia, como Bill Gates e Steve Jobs. O fundador da Microsoft deixou Harvard aos 21 anos, enquanto o idealizador da Apple desistiu do seu vínculo com a Reed College para investir na fabricante do iPhone.

"Se você observar, sabe, Gates é um cara muito inteligente; e largou [a faculdade]. Jobs, muito inteligente; largou. Larry Ellison [fundador da Oracle], um cara inteligente; largou.

É óbvio que você não precisa. Será que Shakespeare chegou a pisar em uma universidade? Provavelmente não.", afirmou Elon Musk.

Segundo o site britânico UNILAD, a plateia recebeu os comentários positivamente e aplaudiu o empresário após o término da conversa.

Fonte: UNILAD


Faculdade Tesla spaceX elon musk universidades
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você