Minifoguete é lançado com sucesso por agência espacial indonésia

Era o pontapé inicial que os cientistas do país queriam para iniciar a construção de algo maior

Nina Gattis, editado por Fabiana Rolfini 03/03/2020 16h35
Pequeno foguete indonésio
A A A

O teste do lançamento de um foguete em miniatura realizado pelo Instituto Nacional de Aeronáutica e Espaço da Indonésia, conhecido como Lapan, na província de Java Oriental, foi bem-sucedido. Devido ao feito, a agência espacial já planeja construir seu primeiro espaçoporto em Papua, outra província indonésia.


Com apenas dois metros de comprimento, o projétil testado foi capaz de atingir centenas de metros de altura, o que animou os cientistas que acompanharam o experimento. Lilis Mariani, chefe do Lapan, tratou o lançamento como o início de algo maior. “Temos o sonho de colocar nosso próprio foguete de 200 a 300 quilômetros para dentro do espaço em cinco anos”, disse Lilis Mariani, chefe do Lapan.

Ainda que a agência espacial indonésia seja pequena em relação a outros institutos asiáticos, como os sustentados por China, Japão e Índia, o Lapan já obteve sucesso prévio no desenvolvimento de satélites. “Lapan ainda está muito atrasado em termos de tecnologia de lançamento, embora tenha sido bastante bem-sucedido no desenvolvimento de satélites”, explicou Lavi Zuhal, chefe de engenharia aeroespacial do Instituto de Tecnologia de Bandung, também na Indonésia. “Os engenheiros de Lapan ainda não dominaram totalmente a tecnologia de foguetes”, acrescentou.

Reprodução

Pensando justamente em mudar esse cenário, a equipe do Lapan lançou o pequeno foguete para estudar a velocidade, o movimento e outras especificações do projétil, a fim de aplicá-las em um modelo maior no futuro. “Foi estável na decolagem e se moveu bem”, afirmou Sri Kilawati, chefe do programa de controle de foguetes da agência. “O objetivo era estudar o controle de foguetes. Eles viajam a uma velocidade muito alta para que você tenha que observar o comportamento deles”, completou.

Por mais que o teste em escala reduzida tenha dado certo, repetir o feito em tamanho real pode demorar bastante tempo e isso faz com que alguns especialistas questionem se a agência indonésia conseguirá tanta evolução em apenas cinco anos. “O financiamento vem dos cofres do estado, portanto depende muito das prioridades do governo”, esclareceu Kilawati.

De qualquer forma, o experimento bem-sucedido em Java Oriental mostrou que a Indonésia está avançando em direção ao objetivo de executar seu primeiro lançamento orbital. E não pense que as aspirações espaciais do país asiático começaram agora: o Lapan já existe desde os anos 60 e chegou a ter relação próxima com a Nasa, que cogitou enviar astronautas indonésios ao espaço nos anos 80. O plano só não saiu do papel por conta do acidente com o ônibus espacial Challenger - mas isso é outra história. 

 

Via: Phys.org

Nasa foguete agência espacial Indonésia
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você