SpaceX já acertou mais de cem 'caronas' para espaçonaves, diz empresa

Programa SmallSat Rideshare vende espaço em lançamentos rotineiros da companhia para pequenas operadoras de satélites; primeiro lançamento no âmbito do serviço aconteceu nesta sexta-feira (12)

Victor Pinheiro 18/06/2020 13h06
Foguete Falcon 9
A A A

A SpaceX anunciou nesta quinta-feira (18), pelo Twitter, que ao menos cem espaçonaves de outras companhias já estão registradas no "SmallSat Rideshare Program". O serviço da empresa do bilionário Elon Musk permite que pequenas operadoras de satélites aproveitem lançamentos regulares do foguete Falcon 9 para colocar equipamentos em órbita a um preço reduzido.


O perfil oficial da SpaceX compartilhou uma mensagem da empresa SpaceFlight Inc, que confirma o lançamento de dois satélites de observação terrestre por meio do SmallSat Rideshare para a próxima semana.

Esta será a segunda operação no âmbito do programa da SpaceX. Na sexta-feira (12), três satélites da empresa norte-americana Planet Labs foram conduzidos ao espaço juntos a equipamentos da constelação Starlink. Vale lembrar que, quando a SpaceX anunciou o projeto em agosto de 2019, a previsão inicial era realizar o primeiro voo entre novembro de 2020 e março de 2021.

Ao lançar o programa, a SpaceX também estabeleceu os custos de US$ 2,5 milhões (R$ 13,39 milhões em conversão direta) para cargas de até 150 kg e US$ 4,5 milhões (R$ 24,1 milhões) para cargas de até 300 kg. Os valores correspondem a serviços programados com mais de um ano de antecedência. O preço varia caso a empresa cliente queira agendar o lançamento em um prazo mais curto, podendo chegar a até US$ 6 milhões (R$ 32 milhões) na categoria até 300 kg.

Ainda assim, o valor é baixo em comparação ao custo regular de um lançamento da SpaceX, que gira em torno de US$ 57 milhões (R$ 305 milhões). Isso que a companhia ainda oferece preços relativamente baratos no mercado, visto que concorrentes chegam a cobrar mais de US$ 100 milhões (R$ 535 milhões) por um único lançamento.

Reprodução

A Starlink é uma plataforma de satélites em desenvolvimento que visa oferece uma rede global de acesso rápido à internet. Imagem: SpaceX

Acordo

Em nota à imprensa, a Spaceflight esclareceu que assinou um acordo com a SpaceX para assegurar uma série de agendamentos do programa SmallSat Rideshare até o fim de 2021. A empresa pretende aproveitar os serviços da companhia de Elon Musk para oferecer "lançamentos frequentes, confiáveis ​​e econômicos" para seus próprios clientes.

"Este contrato com a SpaceX será particularmente atraente para clientes de pequeno porte. O consistente cronograma de lançamento da SpaceX, juntamente a nossa profunda experiência em serviços de gerenciamento e integração de missões, oferece opções de compartilhamento de viagens com maior confiabilidade", disse Curt Blake, presidente e CEO da Spaceflight.

A empresa ainda ressaltou que a plataforma da SpaceX previne clientes de problemas com atrasos de lançamento. Devon Papandrew, vice-presidente de operações comerciais da SpaceFlight ressalta que os atrasos são inevitáveis, porém a SpaceX garante que a realocação dos equipamentos de clientes para outros voos, caso aconteça algum imprevisto.

"Essa capacidade garantida com a SpaceX aumenta as chances de os nossos clientes entrarem em órbita quando necessário e nos ajuda a garantir que os voos estejam o mais cheios possível, reduzindo os custos para todos e minimizando os impactos ambientais", afirma Papandrew.

Fonte: Futurism/SpaceFlight

spaceX elon musk
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você