Cinema e Streaming

Bob Esponja Netflix

Acordo entre Nickelodeon e Netflix pode trazer 'Bob Esponja' de volta

Vinicius Szafran, editado por Liliane Nakagawa 14/11/2019 16h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A série seria um spin-off musical, baseado no personagem 'Lula Molusco'

Um novo spin-off da série de animação "Bob Esponja Calça Quadrada", descrita como um "projeto baseado em música", focado no vizinho e colega de trabalho de Bob, Lula Molusco, está prestes a chegar à Netflix. As informações são do jornal americano The New York Times.


A nova série será produzida pela Nickelodeon, como parte de um contrato de produção de conteúdo fechado com a empresa de streaming. O acordo, anunciado na quarta-feira (13), reflete a pressão imposta à Netflix pela presença de outros serviços de streaming, em especial a Disney+. Essa parceria será válida por vários anos, e trará projetos conjuntos baseados nas propriedades já existentes na Nickelodeon. Séries com personagens completamente novos também fazem parte do acordo. As empresas não especificaram números de personagens, séries ou o tempo de duração desse contrato.

No entanto, é certo que essa parceria envolve um projeto baseado em música centrado no personagem Lula Molusco, o famoso e descontente polvo, vizinho de Bob Esponja, de acordo com duas fontes anônimas que são familiarizadas com o contrato. Elas disseram que o acordo valeu mais de US$ 200 milhões para a Nickelodeon.ReproduçãoAs empresas já tinham uma parceria anterior a esse contrato. A companhia de streaming adquiriu os direitos aos filmes de algumas séries muito famosas nos anos 90, como "Invasor Zim", "A Vida Moderna de Rocko" e "Hey Arnold", entre outras. No entanto, alguns itens da programação da Nickelodeon não estarão presentes, como é o caso de "Drake e Josh", que está disponível na Hulu. As temporadas originais de "Bob Esponja" e "Dora, a Aventureira" foram adquiridas pela Amazon Prime Video.

O serviço de streaming da Disney estreou nesta terça-feira (12). No dia seguinte, a empresa comunicou que dez milhões de pessoas assinaram o serviço, número acima das expectativas dos analistas. Essa estreia aquece ainda mais a guerra entre as plataformas de streaming, agora com a programação infantil se tornando uma das áreas mais competitivas. A Netflix já havia aumentado sua produção de animações e séries para crianças, em parte para compensar a saída dos conteúdos da Disney de seu catálogo. A Disney+ será a casa de tudo que é produzido pela Disney, Pixar, Marvel, National Geographic e "Star Wars". 

Reprodução

Além disso, no mês passado, a WarnerMedia anunciou um acordo com a "Vila Sésamo", que será quase completamente transmitida em sua nova plataforma, o HBO Max. Serão mais de 4.500 episódios disponíveis.

O contrato firmado nesta semana demonstra uma mudança na estratégia da Nickelodeon e de sua dona, a Viacom. A empresa optou por ser uma espécie de fornecedora de conteúdo para a plataforma que pagar mais, em vez de criar sua própria streaming - e com o declínio de seus canais de televisão.

Via: The New York Times

Streaming Animação Netflix empresa Disney Empresas séries disney+ Viacom Filmes&Series amazon prime video series filmes
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você