Nova York distribui clone de Game Boy para presos

Sem visitas nas cadeias em período de pandemia, prisioneiros ganharam um console portátil para ter o que fazer

Daniel Junqueira 10/06/2020 14h25
Game Boy
A A A

Presidiários da cidade de Nova York, nos Estados Unidos, receberam um clone de Game Boy para ter o que fazer durante a pandemia do coronavírus. Mais de 3,8 mil detentos ganharam um videogame portátil de US$ 15 comprado pelo Departamento de Correção do governo municipal.


Os portáteis têm o design copiado do Game Boy, mas com algumas diferenças - como os botões X e Y, ausentes no console da Nintendo. Eles não rodam cartuchos, e sim games gravados na memória - não está claro quantos e nem qual tipo de jogo acompanha o console.

Consoles parecidos vendidos pela internet costumam rodar emuladores de consoles antigos, incluindo Nintendinho, Super Nintendo, Mega Drive e o próprio Game Boy.

Segundo o Daily News, os portáteis foram comprados de uma distribuidora pelo valor de US$ 82.500 por 5,5 mil aparelhos, sendo que, destes, 3,8 mil foram destinados aos presidiários.

A medida visa ocupar os prisioneiros de Nova York: em tempos de pandemia, enquanto os criminosos considerados leves foram liberados para controlar o contágio da Covid-19 em cadeias, outros permanecem detidos sem visitas e com contato social reduzido. Assim, os videogames são vistos como uma forma de garantir ao menos um passatempo para eles no período.

Via Kotaku


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Games gameboy coronavirus
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você