tux linux

5 distribuições Linux para ficar no lugar do seu Windows 7

Alvaro Scola 14/03/2019 16h39
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Conheça as melhores distribuições Linux para utilizar no lugar do Windows 7

Pode até não parecer que faz tanto tempo, mas o Windows 7 completará uma década de existência no mês de julho de 2019. O seu lançamento foi marcado por encantar a muitos usuários por seu desempenho e visual diferente. Desde então, a Microsoft já lançou o Windows 8 e o 10 para substituí-lo, sendo que neste começo de 2019, foi anunciado que o Windows 7 deixará de receber atualizações a partir de 14 de janeiro de 2020.


Nesta semana, para lembrar seus usuários de que o suporte do sistema está chegando ao fim, o Windows 7 passou a apresentar notificações pedindo a atualização do sistema para o Windows 10. Se você não pretende migrar para o Windows 10 e ainda quer um sistema atualizado, uma boa solução é recorrer ao Linux. A seguir, confira cinco distribuições Linux que podem ficar no lugar de seu Windows 7.

Critério de escolha para as distribuições

Assim como foi dito acima, o Windows 7 ainda consegue rodar um pouco melhor que o Windows 10 em máquinas com configurações mais modestas. Apesar do Linux ser bem leve na maioria dos casos, algumas distribuições possuem uma usabilidade mais complexa, o que pode acabar assustando novos usuários.

Desta forma, para elaborar esta lista de distribuições, o Olhar Digital selecionou algumas versões do Linux que são amigáveis e rodam bem na maioria dos computadores. Além disto, também foram avaliados outros quesitos importantes como programas que as acompanham e ambiente gráficos utilizados, por exemplo.

A lista de distribuições recomendadas do Linux

A seleção feita a seguir conta com cinco opções diferentes, que são mantidas por diferentes comunidades. Veja quais são as distribuições escolhidas:

Linux Deepin

Utilizando o Debian como a sua base principal, esta distribuição conta com um ambiente gráfico criado exclusivamente para ele. Dentro do sistema, você notará em diversos momentos recursos que fazem uma mistura do Windows com o Mac OS, o sistema da Apple.

Reprodução

Ao optar por deixar poucos aplicativos pré-instalados, o que garante um sistema leve ao ser instalado, o sistema conta com uma loja própria de aplicativos. Desta forma, caso o usuário sinta falta de algum programa, não será necessário fazer uma busca manual na internet, tendo uma grande gama de aplicativos a sua disposição.

React OS

A distribuição mais diferente da nossa seleção fica com o React OS, que conta com um motor próprio, sendo diferente dos outros sistemas que se baseiam no Debian, Red Hat ou Arch. A escolha para isso se deve a esta distribuição ser compatível com programas do Windows, ou seja, a maioria dos aplicativos do sistema da Microsoft podem ser rodados nele sem precisar configurar o Wine, um programa que consegue realizar esta tarefa.

Reprodução

Apesar de já ser completamente utilizável e ter uma boa compatibilidade com os programas do Windows, como você deve ter notado na imagem acima, o React OS ainda conta com um visual mais ultrapassado, lembrando o clássico Windows 2000 ou XP com opções visuais desabilitadas. Em compensação, esta distribuição que ainda está em fase de desenvolvimento, roda bem em qualquer computador que possua mais de 256 MB de memória RAM, muito menos do que o exigido pelo Windows 7.

Netrunner

Talvez a distribuição menos conhecida desta lista por ser relativamente recente, mas que ainda assim conta com grandes qualidades e não deve nada a nenhuma das outras opções. O Netrunner é uma distribuição baseada no Debian voltada para máquinas tanto antigas, quanto mais recentes.

Reprodução

Um de seus pontos positivos, por exemplo, é contar com o elogiado KDE Plasma, que consegue deixar o sistema com um bom visual e desempenho. Além disto, o Netrunner logo ao ser instalado já está praticamente pronto para uso contando com opções de programas para navegar na internet, assistir vídeos, escutar músicas, fazer edições gráficas e editar documentos.

Elementary OS

Para quem já possui um computador com uma configuração mais robusta, esta distribuição baseada no Ubuntu procura trazer o máximo de recursos e funções especiais vistos no Mac OS. Como você pode imaginar, por contar com o Ubuntu como sistema de base, a grande vantagem fica para a compatibilidade imensa com aplicativos e uma comunidade boa por trás para resolver qualquer problema com facilidade.

Reprodução

Além do cuidado visual, outro atrativo do Elementary OS é o foco que seus desenvolvedores têm para manter a privacidade do usuário, algo cada vez mais importante no dia-a-dia para se realizar qualquer tarefa.

Linux Mint

O Linux Mint já foi abordado em outras matérias do Olhar Digital, mas é difícil não o listar para qualquer iniciante neste tipo de sistema. Além de ser extremamente leve, o Mint possui 3 ambientes gráficos diferentes, de forma que você não acabe decepcionado com o seu visual.

Reprodução

Tomando exemplo do Elementary OS, o Linux Mint tamém usa o Ubuntu como o seu sistema base, mas realiza mudanças menos drásticas na parte visual e em suas funcionalidades. Além disto, por eliminar alguns recursos desnecessários do Ubuntu, o Linux Mint também consegue oferecer um baixo consumo de memória RAM.


Linux Windows Windows 7 Dicas Dicas&Tutoriais
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você