Segurança

Hacker

Após CEO do Twitter, conta da atriz Chloe Moretz também é invadida

Luiz Nogueira, editado por Liliane Nakagawa 05/09/2019 08h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Incidente ocorreu na última quarta-feira (4). Ambos os ataques foram realizados da mesma forma, o Cloudhopper, serviço que permite envio de tuítes por SMS

O grupo de hackers que assumiu a conta do CEO do Twitter, Jack Dorsey, aparentemente fez outra vítima: Chloe Grace Moretz. Os invasores roubaram a conta do Twitter da atriz de maneira semelhante ao que fizeram com Dorsey.


Os hackers que acessaram a conta de Chloe, postaram cerca de uma dúzia de tuítes na manhã da última quarta-feira (4). Uma das mensagens continha a hashtag "#chucklingSquad", que é a mesma hashtag presente nas publicações de Dorsey – e que identifica os hackers - quando sua conta foi invadida na última sexta-feira (30).

A atriz Moretz, 22, mais conhecida por papéis nos filmes Kick-Ass, tem 3,1 milhões de seguidores no Twitter. Os invasores tuitaram palavrões e frases confusas, além de dois números de telefones e uma sequência numérica, que eles alegaram ser do seguro social de Dorsey.

Ao contrário de Moretz, as mensagens postadas no perfil de Dorsey foram menos amigáveis. Os hackers publicaram insultos racistas e informaram sobre uma ameaça de bomba na sede do Twitter.

Embora as contas tenham a hashtag que identifica os invasores, não se sabem se eles são de fato os responsáveis pela ação, ou se alguém, copiando o modo de operação do grupo, fez isso. As mensagens postadas nos perfis de Dorsey e Moretz foram excluídas rapidamente.

Modo de invasão

O método usado pelos hackers é conhecido como troca de SIM, ou "SIM Swap", que convence as operadoras a atribuir um número de telefone antigo a um novo número que está na mão dos invasores. 

Investigações apontam que nas duas ocasiões as mensagens foram enviadas usando o serviço Cloudhopper, empresa adquirida pelo Twitter em 2010, e que permite o envio de tuítes por meio de SMS. A conta oficial da empresa  confirmou a invasão à conta de Dorsey em uma série de tuítes em 30 de agosto, e acrescentou que nenhum dos sistemas da rede social estava comprometido e que a conta estava segura.

Em resposta às invasões, o Twitter informou na quarta-feira (4) que está desativando temporariamente a capacidade de postar tuítes via mensagem de texto. Apesar da ação, ainda é preocupante que essas invasões continuem acontecendo – principalmente quando uma simples mensagem postada no Twitter pode anunciar uma mudança política importante no mundo.

 

Via: Digital Trends

Segurança Hackers SMS Twitter Invasão falha de segurança
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você