França pode banir piratas da Internet

Presidente propõe cortar o acesso de infratores de copyright à rede

Redação Olhar Digital 28/11/2007 11h51
Logo Olhar Digital
A A A

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, apresentou recentemente uma medida que, se coloca em prática, promete gerar muita controvérsia. A idéia é cortar o acesso à Internet de pessoas pegas cometendo infrações de copyright, ou seja, baixando músicas e vídeos atráves de redes peer-to-peer como BitTorrent ou Gnutella. Os infratores seriam avisados duas vezes, e na terceira infração teriam seu acesso à rede cortado pelo provedor.

 

Não se sabe quem fiscalizaria o acesso, mas os provedores teriam de fornecer informações sobre “usuários de grande volume” (ou seja, que baixam muitos arquivos) para investigação. O plano foi, surpresa, elaborado por membros da indústria do entretenimento, que ofereceu a remoção de sistemas de proteção anti-cópia (DRM) de filmes e vídeos e o lançamento mais rápido de filmes em DVDs em troca da aprovação da medida.

 

A porposta, mesmo antes de ser aprovada, fez escola. A IFPI - Associação Internacional da Indústria Fonográfica, quer que as mesmas medidas sejam adotadas no Reino Unido.

Internet Filmes DRM Música
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você