Hacker criador de malware para roubar dados pode ser condenado até o fim do ano

Valerian Chiochiu desenvolveu o chamado 'FastPOS', que roubou dados de milhões de pessoas

Leticia Riente, editado por Daniel Junqueira 06/08/2020 20h35
Membro de cyber organização criminosa deve ser preso ainda neste ano
A A A

Valerian Chiochiu, escritor de softwares e membro da Infraud Organization, pode ser preso até o final deste ano. Chiochiu será condenado em 11 de dezembro de 2020 por ter se declarado culpado e ter participado de várias ações que levaram ao prejuízo de mais de US$ 568 milhões. Isto porque a Infraud Organization, grupo conhecido por praticar crimes cibernéticos, aplicou fraudes e trafegou dados financeiros roubados ou falsificados, inclusive de cartões de crédito, de milhões de pessoas de mais de 50 estados do EUA e do mundo.


Chiochiu, 30, é nacional da República da Moldávia, mas morou nos Estados Unidos enquanto duraram os crimes cometidos pela Organização. Também conhecido como "Onassis", "Flagler", "Socrate" e "Eclessiastes", Valerian escreveu o malware "FastPOS", que ajudou a Infraud Organization a roubar grandes quantidades de dados. O cofundador da Infraud, Sergey Medvedev, da Rússia, se declarou culpado em 26 de junho, quando logo depois, Valerian Chiochiu manifestou sua culpa.

Engadget.jpg

Milhões de pessoas tiveram seus dados pessoais roubados ou falsificados por atuação da Infraud Organization. Créditos: Engadget/Reprodução.

A Infraud Organization

Com a premissa de sofisticar o roubo de dados financeiros, a Infraud Organization foi criada em 2010 por Sergei Medvedev e Svyatoslav Bondarenko, e há quem diga que dissolvida pelo governo Americano em meados de 2018. A Organização, que tinha como lema "In Fraud We Trust" ("Em Fraude Confiamos"), serviu como centro para ladrões de identidades e informações pessoais, dados de cartões de débito e crédito, entre outras referências particulares, pois disponibilizava aos usuários até site de vendas, garantia de transações e triagem.

Até março de 2017, o Departamento de Justiça dos EUA possuía 10.901 membros cadastrados na Organização, sendo que até agora, apenas alguns foram punidos. Em sete anos de atuação em infrações cibernéticas, mais especificamente na compra de produtos de varejo com dados de cartões de créditos roubados ou falsificados, a Infraud infligiu aproximadamente US $ 2,2 bilhões em perdas pretendidas.

Fonte: Engadget

Software Fraude Bug fraudes crime cibernético ataque cibernético prejuízo
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você