Sony processa hackers que desbloquearam o PlayStation 3

As acusações variam do contorno de medidas de segurança da SCEA, até traficar métodos de desbloqueio e obtenção de benefícios financeiros

Redação Olhar Digital 12/01/2011 14h59
PlayStation 3
A A A
Após a quebra de segurança do PlayStation 3, a Sony abriu um processo judicial contra George Hotz e os hackers do grupo fail0verflow, acusando-os de contornar medidas de segurança da SCEA, traficar métodos de desbloqueio do console – como chaves criptográficas e ferramentas de software – e, principalmente, por obterem benefícios financeiros através do PayPal.
O Kotaku disponibilizou os documentos de ordem e restrição temporária às informações expostas na internet e confirmou o possível fechamento dos sites dos hackers, além da apreensão de computadores, HDs, CD-ROMs, DVDs, pen drives e outras mídias quem contenham dispositivos de evasão.
O processo foi aberto na Califórnia, e todos os delitos violam uma série de direitos do estado. A Sony, por sua vez, confirmou o arquivamento do pedido liminar, mas alegou não comentar sobre os processos judiciais da empresa.
Hackers Sony PlayStation
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você