Tentativa de golpe por WhatsApp é registrada e viraliza na internet; ouça

Ligação gravada confirma esquema que pode garantir R$ 20 mil em duas semanas; saiba como se prevenir da fraude

Da Redação, editado por Liliane Nakagawa 27/07/2020 07h00
Whatsapp
A A A

Um áudio recente registrando uma tentativa de golpe por WhatsApp tem circulado nas redes sociais. Após o criminoso solicitar o código via SMS, o qual permite o uso do aplicativo da vítima em outros aparelhos - essencial para o golpe, a vítima que já estava consciente da fraude, questionou a eficácia do "negócio". A resposta foi uma surpresa: o golpista não só confirmou o esquema como admitiu que o método pode garantir R$ 20 mil em apenas duas semanas.


Ao ouvir todo o protocolo da fraude, a quase vítima pergunta se muitas pessoas caem no esquema. "Se eu fizer 50 ligações no dia, em umas 39 eu consigo [o código]", diz o golpista. Ele também confessou que devolveu algumas quantias em casos que o esquema foi investigado, mas pareceu despreocupado diante da grande quantidade de dinheiro feita em pouco tempo.

Confira abaixo o áudio na íntegra.


 

Entenda como funciona o golpe

Para dar início ao crime, o golpista precisa do número de celular da vítima. Geralmente, se utilizam de sites de anúncios (como Mercado Livre, OLX, entre outros), já que as vítimas disponibilizam os contatos pessoais para os interessados. Com o número em mãos, o criminoso entra em contato com o vendedor e se passa por um funcionário dos sites de anúncios, alegando um problema no cadastro. Para prosseguir, ele orienta a vítima a enviar o código de confirmação via SMS, informando os dígitos recebidos.


olxscam.png

Golpistas se passam por empresas anunciantes e solicitam o código que permite que o Whatsapp seja utilizado em outros aparelhos. Fonte: Divulgação/Kaspersky


Caso o serial seja informado, o WhatsApp da vítima é clonado, e a partir daí, em posse do criminoso. Entre as ações comuns, o envio de mensagens para a lista de contatos solicitando dinheiro é uma das práticas mais realizadas. Obviamente, o destino dos pagamentos são contas "laranjas".

A enfermeira obstetra Milena Fonseca foi uma das pessoas que caíram no golpe. Ela recebeu uma mensagem da clínica que ela frequentava, mas não sabia que a empresa também havia caído no golpe. Fonseca acabou informando o código de verificação após acreditar no falso comunicado de recadastro. Por sorte, nenhum dos seus contatos realizou nenhum tipo de transferência.

É importante lembrar que os praticantes desta fraude podem responder por estelionato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

 

Dicas de prevenção

Primeiramente, sempre desconfie ao receber uma mensagem de ajuda financeira - mesmo que de parentes ou amigos próximos. Uma simples ligação pode confirmar a veracidade do pedido.

Outro passo importante é ativar a verificação em duas etapas de seu WhatsApp. Com isso, além do código de SMS (solicitado pelos golpistas), outra senha numérica de seis dígitos (definida pelo usuário) será solicitada para utilizar o aplicativo em outro aparelho.

 

WhatsApp-Image-2020-07-27-at-015657.jpg

A verificação em duas etapas do Whatsapp dificulta a ação de golpistas. Foto: Reprodução/Whatsapp

 

  1. Acesse o menu de três pontos no canto superior direito do aplicativo e toque em configurações;
  2. Entre em "Conta" e vá para "Confirmação em duas etapas"
  3. Configure uma senha numérica (PIN) e um e-mail caso esqueça os dígitos


Tanto o PIN quando o endereço eletrônico podem ser alterados posteriormente.

 

Caí no golpe... e agora?

A primeira coisa a se fazer é solicitar a verificação da conta via SMS. Após receber o código, reinstale o WhatsApp, digitando o número do celular e os dígitos recebidos via SMS. Isso faz com que invasores sejam desconectados de sua conta.

Feito isso, entre em contato pelo e-mail support@whatsapp.com e solicite a desativação da conta. Especifique o roubo ou fraude, além de indicar o número cadastrado no aplicativo.

Se necessário, registre um boletim de ocorrência informando todos os dados trocados entre os criminosos e sua lista de contatos.


Via: G1



Fraude Whatsapp cibercrime fraudes golpes
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você