Zoom perde própria data para publicar relatório de transparência

Empresa havia prometido publicar até 30 de junho informações sobre pedidos recebidos de governos por dados de seus usuários

Rafael Rigues 02/07/2020 10h59
Zoom
A A A

O Zoom perdeu a própria data limite que estabeleceu para publicar um relatório de transparência, detalhando quantos pedidos por dados sobre seus usuários recebeu de governos.


Em 12 de junho a empresa publicou em seu blog um artigo sobre a suspensão das contas de três ativistas pró-democracia na China, feita a pedido do governo chinês. Dois destes ativistas são residentes dos EUA.

Além de detalhar os erros que cometeu, o artigo lista ações que a empresa pretende tomar para que o episódio não se repita no futuro. Entre elas estava, originalmente, a promessa de publicar um relatório de transparência até 30 de junho.

Entretanto, o texto do artigo foi editado nesta quarta-feira (1), e agora menciona que os dados relativos ao segundo trimestre fiscal (Q2) deste ano serão publicados "mais tarde", ainda neste ano, sem definir uma data.

A publicação de um relatório de transparência não é obrigatória, mas seria uma forma de melhorar a reputação da empresa, abalada por escândalos envolvendo mentiras sobre o uso de criptografia, seu número de usuários e exposição de gravações de chamadas, entre outros.

Fonte: TechCrunch

Segurança privacidade Videochamada zoom videoconferência
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você