Compartilhe com seus seguidores
A A A

Operação 404 mira aplicativos e sites de IPTV

Henrique Freitas, editado por Roseli Andrion 01/11/2019 21h35

O Ministério da Justiça e Segurança Pública deflagrou na manhã desta sexta-feira em 12 estados do Brasil, a Operação 404, que teve como objetivo combater crimes de pirataria. O nome da ação é uma alusão ao número do protocolo HTTP de erro, indicando que uma página da web não foi encontrada. De acordo com o MJSP, a operação cumpriu 30 mandatos de busca e apreensão e teve como objetivo suspender 210 sites e 100 aplicativos de streaming ilegal de conteúdo.

A operação contra crimes digitais contou com a colaboração de outros órgãos e agências governamentais como a Ancine, o Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual e associações de proteção à propriedade intelectual no Brasil. Órgãos internacionais também ajudaram na ação, como a embaixada do Estados Unidos no Brasil e Departamento de Justiça norte-americano.

Segundo o Ministério da Justiça, os dez websites piratas com o maior volume de tráfego no Brasil receberam, no ano de 2018, 1,3 bilhão de visitas. Esses websites piratas receberam cerca de 17 milhões de reais em receitas publicitárias entre agosto de 2015 e agosto de 2016. A estimativa é que existam cerca de 4,2 milhões de sinais piratas de TV no Brasil, e o prejuízo pode ultrapassar 9 bilhões de reais ao ano.

IPTV Pirataria Crimes digitais ministério da justiça
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você