Tablets com Windows: Microsoft deve restringir número de fabricantes

Cada um dos 5 fornecedores de chip terá de trabalhar com apenas um fabricante para desenvolver o equipamento

Redação Olhar Digital 01/06/2011 16h00
Logo Olhar Digital
A A A
A Microsoft planeja restringir o número de fornecedores de hardware que poderão, inicialmente, usar a nova versão do sistema operacional Windows para tablets. Para tanto, a empresa exigiu que cada uma das cinco companhias escolhidas para fornecer os chips dos equipamentos (Intel, AMD, Nvidia, Qualcomm e Texas Instruments) trabalhe com apenas um fabricante de tablet. A informação foi divulgada por pessoas próximas à companhia.

De acordo com notícia divulgada pela versão eletrônica do Wall Street Journal, a Microsoft ainda não confirmou oficialmente a informação. Mas, caso a negociação se confirme, isso significa que a fornecedora do Windows quer uma plataforma para tablets menos abrangente do que o Android - usado por múltiplos fornecedores -, mas nem tão limitada quanto o sistema da Apple.

O principal objetivo dessa estratégia deve ser o de reduzir o tempo para oferecer os primeiros tablets com a nova versão do Windows no mercado e garantir que os equipamentos rodem bem com o software.

Ainda de acordo com a pessoa que divulgou a notícia extra-oficialmente, apesar dos fabricantes de chips terem de trabalhar com apenas um fornecedor de hardware, com o aumento da demanda, os acordos poderão ser expandidos para outras marcas.

O presidente da Acer, Jim Wong, criticou a postura restritiva da fornecedora do Windows, nesta quarta-feira (1/6). “A indústria não pertence à Microsoft e não pertence à Intel. Eles não podem tomar decisões por todos nós”, afirmou o executivo.
Intel Windows Windows Mobile Tablet NVidia
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você