Darwin Mail

Darwin Mail é uma ótima opção se você sente saudades do Inbox do Gmail

Redação Olhar Digital 14/05/2019 12h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O sistema tem a mesma interface e a maioria das funções da plataforma descontinuada pelo Google em abril

Com a descontinuidade do sistema Inbox, o Google deixou muitos usuários sem um modo de gerenciar mais facilmente seus e-mails. Apesar de algumas alternativas estarem disponíveis, nenhum deles possui as mesmas funções da plataforma em questão.


Entretanto, isso parece ter sido modificado com a chegada do Darwin Mail, que oferece quase todos as funções que o finado Inbox oferecia. A sua interface é basicamente a mesma do serviço do Google. São apresentadas categorias para que os e-mails possam ser agrupados e gerenciados, além de opções para criar etiquetas, adiar envio de e-mails e definir lembretes.

O sistema é gratuito e sem limites, porém, só oferece algumas funções básicas. Há, no entanto, uma versão paga, que custa US$3 por mês ou US$25 por ano (aproximadamente R$12 e R$100 respectivamente). Nela, você recebe acesso a diversas funções como formar grupos, ações conjuntas como excluir diversas mensagens de uma vez, desfazer envio de mensagens, modo escuro, planos de fundo personalizados e, em breve, suporte para várias contas.

A maioria dessas funções já é oferecida de forma gratuita pelo Gmail, então o usuário deve avaliar o quanto perdeu com a morte do Inbox e se valerá a pena pagar para ter suas funções novamente.

O Darwin Mail funciona diretamente pelo navegador e,para isso, você terá que dar acesso total a sua conta do Gmail. Sua política de privacidade estabelece que nunca será armazenado qualquer tipo de e-mail ou informação pessoal, mas vai coletar diferentes informações para “oferecer seu serviço e melhorá-lo”.

Foi noticiado pela equipe responsável pelo Darwin que eles têm planos para criar versões para smartphone de sua ferramenta quando a versão de navegador estiver totalmente estável. Antes de assinar o serviço, é bom ter em mente que ele ainda não está cem por cento pronto, o que pode comprometer a experiência em alguns aspectos. Pensando pelo lado positivo, há a opção gratuita para que seja avaliado se vale a pena ter uma versão paga do serviço.

VIA: Genbeta

Google Inbox by Google
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você