Investidor da Tesla faz aposta em empresa de táxis voadores

Lilium espera estar operando vôos comerciais em 2025. Empresa fez o primeiro teste de seu jato elétrico em maio passado

Rafael Rigues 09/06/2020 10h10
Lilium Jet
A A A

O fundo de investimento Baillie Gifford, principal investidor externo da Tesla, anunciou um investimento de US$ 35 milhões (cerca de R$ 171 milhões) na Lilium, uma empresa que está desenvolvendo um “taxi voador” elétrico criado para contornar os congestionamentos nas grandes cidades.


Equipado com 36 motores elétricos e capacidade para cinco pessoas, o Lilium Jet fez seu primeiro voo de teste, uma decolagem vertical, em maio passado. Segundo a empresa, a aeronave pode voar até 300 km em uma hora com uma única carga, encurtando o tempo necessário para ir de uma cidade à outra de carro ou trem.

Segundo a empresa, uma viagem de 30 km entre Manhattan e o aeroporto JFK, em Nova York, seria feita em seis minutos, contra os 30 de um carro convencional (não considerando o trânsito) e custaria US$ 70. A ideia é lançar um app que permitirá aos usuários chamar uma aeronave como se fosse um Uber. Os voos comerciais devem começar em 2025.

Com o investimento da Baillie Gifford a Lilium chega a uma valorização de mercado de US$ 1 bilhão, se tornando um dos “unicórnios” europeus. Outros investidores são a chinesa Tencent, Atomico, Freigeist e a LGT.

Fonte: CNBC 

investimento Tesla carro voador carros voadores táxi voador investidor
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você