iPhone 4 à venda pela Verizon: o que isso muda no mercado mundial de telefonia?

Após três anos de monopólio da AT&T, a inclusão do iPhone 4 na operadora Verizon pode chacoalhar o mercado de smartphones

Redação Olhar Digital 11/01/2011 18h12
iphone 4
A A A
A Verizon, operadora de telefonia Americana, anunciou nesta terça-feira (11) que a companhia vai iniciar as vendas do iPhone no mês de fevereiro nos Estados Unidos.  A partir de hoje, a Verizon encerra o monopólio da AT&T, que até então era a única operadora que comercializava o smartphone no país.

Com a novidade, surgiram dezenas de dicussões a respeito de quem ganharia com a mudança de um esquema de venda que se mantinha desde o lançamento do iPhone, em 2007. Suzzane Choney, do site Technolog, é da opinião de que o consumidor vai sair ganhando muito com toda essa história, uma vez que essa é a oportunidade do aparelho se popularizar. Ela acredita que com a abertura entre as operadoras, a Verizon e a AT&T vão começar uma verdadeira guerra para ver quem consegue vender iPhones com as melhores condições.

Porém, o que não nos dá certeza disso é que a Verizon vai vender os aparelhos apenas na rede CDMA, a opção mais lenta da operadora se comparada com a LTE 4G, atualmente a rede mais rápida da companhia.
Apesar disso, muitos analistas acreditam que a AT&T ainda deve perder assinantes neste primeiro trimestre por enfrentar fortes pressões da concorrente. A Verizon deve conseguir vender os iPhones com um pacote de volume ilimitado de dados por um preço fixo mensal, algo que a AT&T abandonou com a chegada do iPhone 4 e suas fotos de 5 megapixels.

O mercado de smartphones também pode sofrer impactos com esta novidade. A Google, dona do sistema operacional Android, que atualmente está com as vendas um pouco à frente do iPhone, pode perder parte do mercado alcançado. E os fabricantes que se aproveitavam da limitação de vendas do iPhone, como a Microsoft (Windows Phone 7) e a RIM (BlackBerry), também devem perceber algumas mudanças.

Além disso, as operadoras como a Sprint e T-Mobile devem ficar pra trás em vendas justamente por serem as únicas a não oferecerem o smartphone da Apple. Já os cidadãos americanos devem ser os mais beneficiados, pois depois de três anos de monopólio, finalmente terão a oportunidade de escolher uma operadora e brigar por preços e pacotes mais competitivos.

A Verizon informou que vai vender o iPhone 4, de 16GB, com planos de até dois anos por US$ 199,99 e o modelo de 32GB por US$ 299,99.
Microsoft iPhone Apple Blackberry RIM iPhone 4 AT&T Windows Phone 7
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você