Lenovo compra fabricante alemã de computadores

Com o acordo, a empresa vai dobrar sua participação no mercado de PCs na maior economia europeia, mas analistas questionam os benefícios

Redação Olhar Digital 01/06/2011 11h25
lenovo
A A A
A Lenovo divulgou, nesta quarta-feira (1/6),  a aquisição da fabricante de eletrônicos alemã Medion AG, por cerca de US$ 900 milhões. O acordo acontece cerca de quatro meses após a empresa criar uma joint venture com a NEC Corp, para vender notebooks no Japão.

Por esse novo acordo, a Lenovo – que ganhou força ao comprar a unidade de PCs da IBM há seis anos – quer ampliar sua presença no mercado europeu. Na prática, a fabricante projeta que, a partir da compra, deve dobrar seu market share (participação de mercado) na maior economia da Europa, a Alemanha, onde passa a concentrar 14% das vendas de PCs.

“A Lenovo, provavelmente, quer aumentar sua presença em mercados maduros”, considerou o analista da empresa de investimentos Yuanta Securities, Vincent Chen, segundo a agência de notícia Reuters. “A pergunta é por que a Alemanha, já que é um mercado com crescimento muito lento”, pontuou Chen, ao afirmar que há um questionamento sobre os reais benefícios da aquisição.

A Medion atua hoje no mercado de computadores e dispositivos eletrônicos de baixo custo. Para fechar o acordo com a Lenovo, a fabricante exigiu que nenhum emprego ou operação fosse cortado por conta da aquisição.

No Brasil, desde 2008, já surgiram diversos boatos de que a Lenovo estaria interessada em adquirir a fabricante Positivo como forma de ampliar sua participação de mercado.
Computadores PC Lenovo
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você