windows 10

Microsoft vai atualizar computadores com até 32GB de armazenamento

Luiz Nogueira, editado por Camila Rinaldi 04/06/2019 10h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Engenheiros da empresa esclarecem que apenas os novos computadores serão afetados pela no diretriz de atualização do sistema

Antes do lançamento da atualização '1903' do Windows 10, a Microsoft afirmou que a nova versão exigiria um espaço mínimo de 32GB para funcionar. A empresa não explicou por que o Windows 10 exigia mais armazenamento, mas, o que se pode presumir, é que o sistema introduziu uma nova opção chamada de “armazenamento reservado”, que ocupa aproximadamente 7GB de espaço, que é usado para garantir que as atualizações não falhem.


Agora, a Microsoft parece ter esclarecido esse mistério. Em um documento de suporte destinado a profissionais de TI, a empresa afirma que esse requisito mínimo para o Windows 10 1903 não se aplica a PCs que já estão em uso, apenas para os novos computadores fabricados recentemente.

“O novo requisito de espaço em disco para o Windows 10, aplica-se apenas aos computadores recentemente fabricados. Esse novo requisito não se aplica aos dispositivos existentes. Os PCs que não atenderem aos novos requisitos de espaço em disco, continuarão recebendo atualizações, e elas terão quase o mesmo tamanho das atualizações anteriores”, afirmou a Microsoft.

Quanto aos motivos pelos quais os novos computadores não serão atualizados se tiverem menos de 32GB, a Microsoft esclareceu que isso se deve ao armazenamento reservado, que será ativado automaticamente em novos computadores com o Windows 10, versão 1903, pré-instalados.

Outras mudanças

A Microsoft também detalha os principais aprimoramentos presentes nessa versão, e que dão maior controle ao usuário de seu PC. Após os eventos da atualização desastrosa conhecida como 1809, a empresa está dando aos consumidores a capacidade de desinstalar automaticamente atualizações caso elas apresentem alguma falha de inicialização.

“Agora você pode recuperar o computador automaticamente de falhas de inicialização, removendo atualizações se houver algum erro após a instalação de drivers recentes que comprometam a inicialização da máquina. O Windows agora tem uma opção que desinstala automaticamente as atualizações para que o dispositivo volte a funcionar normalmente.”

A Microsoft destaca a nova opção para que os usuários possam pausar o recebimento de atualizações por um período de 35 dias, o que novamente é uma resposta à versão 1809. Além disso, o sistema exibirá um ponto colorido ao lado do ícone de Liga/ Desliga no menu iniciar, e próximo ao ícone do Windows na barra de tarefas. Isso vai servir para indicar que há uma atualização que requer a reinicialização do dispositivo.


Via: ZDNet

Microsoft Windows Windows 10
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você