Tesla terá carros completamente autônomos neste ano, diz Elon Musk

Executivo diz estar 'extremamente confiante' de que a tecnologia necessária para autonomia nível 5 ou 'Full Self Driving' (FSD) está disponível ainda em 2020

Rafael Rigues, editado por Cesar Schaeffer 09/07/2020 09h55
Tesla lidera pesquisa de satisfação do proprietário
A A A

O CEO da Tesla, Elon Musk, afirmou durante a abertura da Conferência Mundial de Inteligência Artificial (WAIC), em Shanghai, na China, que sua empresa está "muito próxima" da tecnologia necessária para produzir carros completamente autônomos, o que é conhecido na indústria como "autonomia nível 5".


"Estou extremamente confiante que o nível 5, essencialmente autonomia completa, irá acontecer, e muito rapidamente", disse o executivo durante uma participação via videoconferência na abertura do evento. "Tenho confiança de que completaremos os recursos básicos para autonomia nível 5 ainda neste ano", afirmou.

A tecnologia de direção autônoma é classificada em níveis, de acordo com as capacidades do veículo. Um Tesla com Autopilot, um dos sistemas mais sofisticados atualmente disponíveis, é classificado como nível 2 ou “Hands-Off”. Ou seja, o motorista pode tirar as mãos do volante, mas deve estar preparado para retomar o controle a qualquer momento.

Um táxi autônomo, como os da Waymo, é nível 4 ou “Mind-Off”. O veículo pode se conduzir sozinho, mesmo que o motorista não esteja prestando nenhuma atenção ao trajeto ou dormindo. Um veículo nível 5 ou "Full Self Driving" (FSD, Completamente Autônomo) dispensaria completamente a presença do motorista em qualquer situação no trânsito.

Chegada dos carros autônomos

Não é a primeira vez que Musk promete que a direção completamente autônoma chegará aos veículos da Tesla "em breve". O executivo passou boa parte de 2019 prometendo que sua empresa iria iniciar um serviço de táxis robotizados, completamente autônomos, já em 2020, data que foi recentemente modificada para "2021, em alguns mercados".

De fato, a Tesla já vende carros com um pacote de hardware necessário para FSD, embora o software não esteja disponível. Em abril deste ano a empresa anunciou a intenção de oferecer o recurso como um serviço por assinatura, reduzindo o custo para adoção da tecnologia.

“Em nossa visão, comprar o FSD é um investimento no futuro, e estamos confiantes que é um investimento que se paga para o consumidor”, disse Musk. “Acho que o FSD é uma opção que as pessoas não se arrependerão em ter”.

Fonte: Reuters

Tesla carros autônomos elon musk veículo autônomo direção autônoma
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você