Google vs. Amazon

Amazon Prime Video vai ganhar suporte ao Chromecast; YouTube volta ao Fire TV

Redação Olhar Digital 18/04/2019 13h51
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Após anos de disputas, Amazon e Google se acertaram e seus serviços de vídeos vão funcionar nos dispositivos rivais

O YouTube está de volta aos dispositivos Fire TV e o Amazon Prime Video ganhará suporte para Chromecast. A decisão marca o fim da disputa entre Amazon e Google, mas as empresas não comentaram as especificidades do acordo. 


Ainda não foi anunciada a data de lançamento do YouTube na FireTV, mas ele será seguido pelo YouTube TV, o serviço de assinatura do aplicativo, e pelo YouTube Kids, área voltada para crianças, antes do fim de 2019.

A Fire TV será totalmente certificada para o YouTube — o que significa que vai oferecer vídeos de qualidade com mínimo armazenamento em carregamento. Além disso, deve haver suporte a comandos de voz da Alexa para pesquisar e reproduzir conteúdo.

Quando a briga entre as companhias começou, a Amazon alegava que o Google "bloqueava seletivamente o acesso dos clientes a um site aberto". Já o Google manifestou frustração por a Amazon remover o recurso Chromecast e deixá-lo fora do aplicativo Prime Video para Android por anos. O Google também discordou da recusa da varejista de vender seus produtos (Google Home, Chromecast e Nest).

Em dezembro do ano passado, a Amazon voltou a vender o Chromecast, mas isso não foi suficiente para apaziguar a relação. Por outro lado, a inclusão do YouTube na Fire TV parece ter sido uma boa oferta para que o Prime Video recebesse suporte de transmissão pelo dispositivo do Google. 

O novo acordo é estritamente sobre streaming e não inclui componentes de varejo. Ou seja, a Amazon não cedeu no sentido de vender o Google Home (concorrente direto de seus alto-falantes Echo) ou os dispositivos mais recentes do Nest. O acerto acontece na semana em que Apple e Qualcomm também resolveram suas diferenças. Parece que esta é uma semana de boas notícias para os consumidores! 

Via: The Verge

Google Youtube Amazon Chrome Streaming justiça youtube
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você