Gradiente recusa acordo com Apple pelo nome iphone

Leonardo Pereira 29/07/2013 09h27
iphone Gradiente
A A A

A briga entre Apple e Gradiente pelo direito de usar o nome iphone no Brasil não tem data para acabar, pois na sexta-feira, 26, a empresa brasileira informou ter recusado uma oferta da norte-americana para ficar com a marca.

A Gradiente pediu para ser dona do iphone em 2000 e conseguiu isso oito anos depois; já a Apple abriu requerimento só em 2007, quando lançou a primeira versão do smartphone iPhone. Em fevereiro deste ano, o INPI (Institudo Nacional de Propriedade Industrial) considerou que a Gradiente é quem responde pela marca, e então a Apple passou a contestar o órgão.

Em nota, a IGB Eletrônica, responsável pela Gradiente, disse que os advogados da Apple a procuraram para tentar um acordo, a fim de usar legalmente o nome iphone por aqui, mas ele foi negado.

"A companhia decidiu dar andamento no processo judicial por ela movido em São Paulo e contestar o processo que é movido contra o INPI (...) e contra a companhia na Justiça Federal do Rio de Janeiro", diz o documento, divulgado pela Reuters.

A empresa também diz que "segue otimista, e no meio tempo será lançado um novo modelo de 'iphone' com a marca Gradiente". Entretanto, o pedido da Gradiente de suspender imediatamente as vendas da Apple não foi deferido.

O novo aparelho, inclusive, já foi mostrado. É o iphone C600, que você pode conhecer aqui.

iPhone Apple Brasil Gradiente
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você