Compartilhe com seus seguidores
A A A

Tecnologia devolve mobilidade a paraplégicos

Redação Olhar Digital 13/05/2019 21h00

O neurocientista brasileiro, Miguel Nicolelis publicou o andamento de um experimento científico que conseguiu fazer dois pacientes paraplégicos voltarem a caminhar. A pesquisa foi publicada na última sexta-feira na revista Scientific Reports. Ao todo, os dois pacientes conseguiram dar 4.500 passos distribuídos ao longo de várias sessões. Para conseguir tal façanha, Nicolelis desenvolveu um novo dispositivo de estimulação muscular e uma nova interface cérebro-máquina, capaz de interpretar a atividade cerebral dos pacientes e transformá-la em reações mecânicas. A pesquisa é parte do projeto Walk Again Project, um consórcio internacional sem fins lucrativos que reúne pesquisadores em tonro da recuperação de pacientes com lesões na medula. Ao imaginar o movimento da perna, o paciente consegue acionar a contração de 8 músculos no membro, por meio da interface cérebro-máquina. Nicolelis aproveitou a ocasião para fazer uma crítica ao recente corte de verbas para a pesquisa promovido pelo Ministério da Educação. O cientista afirmou: “Aqui novamente as imagens de um feito histórico da balbúrdia da ciência brasileira”. A fala é uma referência às declarações do ministro da educação Abraham Weintraub.

Robótica Medicina Ciência
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você