Compartilhe com seus seguidores
A A A

Vivo é condenada por queda de conexão

Henrique Freitas, editado por Liliane Nakagawa 16/12/2019 20h12

A operadora Vivo foi condenada a pagar 2 mil reais a um cliente de Brasília. O cliente da operadora, que não teve o seu nome divulgado, entrou na Justiça no início deste ano contra a empresa em busca de uma indenização por danos morais, após ver sua internet cair constantemente. O cliente acionou a equipe técnica da empresa diversas vezes para verificar a instabilidade. Mesmo com as visitas, o problema permaneceu.

A juíza Rita de Cássia de Cerqueira Lima, do 5º Juizado Especial Cível de Brasília, determinou que a Vivo teria de provar que forneceu o serviço, invertendo o chamado ônus da prova. A empresa apresentou somente um print da tela em que pretendia mostrar a oferta do sinal, o que foi considerado insuficiente pela juíza.

Agora, a Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações, pretende forçar que as operadoras evitem casos semelhantes para seus produtos. O órgão já aprovou um parâmetro que vai classificar serviços em notas de "A" a "E". Os clientes de empresas classificadas como "D" e "E" poderão pedir cancelamento do contrato sem precisar pagar multas por isso.

Internet Anatel Vivo justiça operadoras indenização Processos multa
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você